Sem categoria

UNILA – 10 anos de história

A Universidade Federal da Integração Latino-Americana – UNILA foi criada em 12 de janeiro de 2010, quando foi assinada a Lei nº 12.189. Porém, foi em agosto do mesmo ano que a instituição ganhou, de fato, ares de Universidade. Foi quando chegaram os estudantes da primeira turma ou da turma pioneira, como foi carinhosamente apelidada.

O grupo já dava uma mostra da diversidade que a UNILA teria ao longo de sua história. Havia representantes de sete estados do Brasil e também do Mercosul (Paraguai, Argentina e Uruguai).

A universidade fechou 2019 com mais de 5 mil estudantes em 29 cursos de graduação. Quase metade dos alunos é de Foz e da região oeste.

Avaliação

A Universidade alcançou nota 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), indicador que analisa a qualidade de cursos de graduação e pós-graduação das instituições de ensino superior, públicas e privadas, em uma escala de 1 a 5. Universidades com conceito 4 e 5 são consideradas de excelência.

Pós-Graduação

Em 2014, a UNILA comemorou a implantação do primeiro curso de pós-graduação stricto sensu: o Mestrado Interdisciplinar em Estudos Latino-Americanos. Atualmente, são 12 cursos de mestrado e um doutorado, em diversas áreas do conhecimento e ofertados de forma gratuita.

Produção científica

Da graduação ao doutorado, alunos e docentes se envolvem em um dos pilares da educação superior: a pesquisa. E, da iniciação científica às pesquisas de pós-doutorado, boa parte da produção científica e tecnológica da UNILA é voltada para o desenvolvimento da região onde a instituição está inserida: a cidade de Foz do Iguaçu, o Oeste do Paraná e a Tríplice Fronteira.

Em 2018, a Universidade lançou o Programa Institucional Agenda Tríplice, iniciativa que tem o objetivo de estimular a realização de pesquisas – vinculadas ao ensino e a extensão – que busquem respostas aos problemas da região. Os temas das pesquisas foram propostos por 19 instituições públicas e privadas, das três cidades fronteiriças, do Oeste do Paraná, da província de Misiones e do departamento do Alto Paraná. Em dois anos, de 2019 a 2021, a UNILA irá investir R$ 480 mil para o desenvolvimento das pesquisas.

Integração

Segundo dados do Censo da Educação Superior, no Brasil, o número de estudantes estrangeiros matriculados em instituições brasileiras de ensino é de apenas 0,2% do total de matrículas. Nesse contexto nacional, a UNILA é destaque por ser a universidade com o maior número de estudantes internacionais. Com a proposta de contribuir para a integração latino-americana por meio da educação superior, 30% dos alunos da UNILA são de outros países. Nos corredores e salas de aula da Universidade, é possível encontrar cidadãos de mais de 32 países, sendo 21 países latino-americanos.

Extensão  

Por meio da extensão, a Universidade dialoga com a sociedade e propõe atividades que promovem a troca de conhecimentos e saberes entre acadêmicos e a comunidade local. A comunidade unileira desenvolve ações de extensão em diversos espaços, como escolas, associações, unidades de saúde, praças, entre outros. Conforme dados da Pró-Reitoria de Extensão, nos 10 anos de existência da UNILA, mais de 27 mil pessoas participaram dos cursos de extensão organizados por docentes, técnico-administrativos e alunos da instituição.

Laboratórios de ensino e pesquisa

Atualmente, a instituição conta com 67 laboratórios, munidos com equipamentos de ponta, essenciais para a qualidade das aulas práticas e para o desenvolvimento de pesquisas em diversas áreas do conhecimento. 

A instituição é uma das poucas do Sul do país que conta com um Laboratório de Simulação Avançada. Voltado para o curso de Medicina.

Presente de aniversário

O aniversário de 10 anos da UNILA vai ser comemorado com o lançamento da pedra fundamental do Campus Integração. Localizado na Avenida Tancredo Neves, no mesmo terreno onde estão as obras do Alojamento Estudantil, o novo campus abrigará blocos de salas de aula e laboratórios. Com 2.444,13 m² de área construída, os edifícios terão capacidade para 10 salas para 50 alunos e 3 salas para 25 alunos, além de salas para professores e apoio administrativo, banheiros e depósito. 

Quando estiver em pleno funcionamento, o imóvel terá a capacidade para atender, aproximadamente, 1.725 alunos. Será um novo espaço para receber e trocar ideias com a comunidade local. Um novo espaço de integração. 

Fonte: unila.edu.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *