Sem categoria

Paraná aumenta o índice de vacinação contra a febre amarela

A Secretaria da Saúde do Paraná vem realizando um trabalho de barreira sanitária contra o vírus da febre amarela silvestre e apresenta ampliação de quase 8% no número de pessoas imunizadas pela vacina. A cobertura vacinal passou de 75,84%, em 2018, para 81,7%, em 2019.

O trabalho envolveu equipes da Vigilância Ambiental da Sesa, com apoio do Ministério da Saúde e parceria dos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo, e percorreu áreas de matas e propriedades rurais em sete municípios das regiões metropolitana de Curitiba e de Ponta Grossa. A ação de campo, além de traçar a rota do vírus, também levou orientação e a vacina até a população.

O último caso confirmado de febre amarela em humanos no Paraná ocorreu no início de maio do ano passado, em Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba.

Macacos

Para fazer o estudo de antecipação do trajeto do vírus no Estado, a Vigilância detectou, entre outros fatores, a morte de macacos por contaminação da febre amarela.
Da mesma forma que o homem, o macaco é infectado pela picada do mosquito transmissor do vírus, adoece e morre. O Paraná teve de julho de 2019 até o momento 33 epizootias confirmadas para febre amarela e 93 seguem em investigação.

Vacina

O público-alvo para a vacinação são pessoas a partir de nove meses de vida a 59 anos. As pessoas acima de 60, com indicação médica, também podem receber a dose.

Leia mais: http://www.saude.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=7053&tit=Parana-aumenta-o-indice-de-vacinacao-contra-a-febre-amarela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *