Sem categoria

Três pessoas foram presas por suspeita de estelionato em Foz do Iguaçu

Eles tentaram vender um título falso de um parque aquático da cidade para um policial e foram detidos ontem à noite.

Um Cabo da Polícia Militar de Foz desconfiou ontem (11) quando três pessoas ofereceram para ele e para a mulher dele, um título de um parque aquático de Foz do Iguaçu, no valor de R$ 3.900,00.  Os dois homens e a mulher disseram que eram representantes de vendas do parque.

Desconfiado, o Cabo disse que teria interesse, mas poderia pagar apenas com o cartão. Enquanto os suspeitos foram buscar a “maquininha” para o pagamento eletrônico, a vítima entrou em contato com o parque aquático e perguntou se havia relação entre os vendedores e a empresa.

O representante da empresa informou que não havia nenhum vínculo com os suspeitos  e disse também que a direção do parque já tinha procurado a polícia, em dezembro e novamente em janeiro, para registrar o mesmo tipo de golpe.   

Quando os “vendedores” voltaram, o policial deteve os três e acionou o Pelotão de Choque da Polícia Militar de Foz.

Os suspeitos foram levados para a Delegacia de Polícia. No local, o representante legal da empresa afirmou que os contratos que estavam com eles não eram oficiais e possuíam assinaturas falsas. Além disso, o crachá usado pelos três, com o nome de um hotel, não tinha relação com o parque, assim como os “vouchers” de cortesia que eles ofereciam às vítimas. Além disso, o valor cobrado estava abaixo do valor real dos títulos do empreendimento de lazer.

Ainda na delegacia, um dos presos confessou a falsificação dos contratos. Os três ficaram detidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *