Sem categoria

Equipe do “El Independiente” explica como funciona a movimentação de divisas no Paraguai

De acordo com a matéria assinada pela equipe de jornalistas do El Independiente, de Assunção, publicada na terça-feira ( 10), o escândalo que envolve o jogador Ronaldinho envolveria uma estrutura de movimentação de divisas.

De acordo com a matéria publicada, o sistema seria a maneira encontrada para “exportar dólares” diante das restrições do Paraguai e Dalia Lopez seria a operadora do esquema, administrando a movimentação do dinheiro usando caminhões que exportam cigarros para o Brasil.

A matéria explica que esse dinheiro se converte em reais no Brasil, onde é introduzido no sistema bancário. Depois é transferido para a conta de outra pessoa nos Estados Unidos onde é convertido novamente em dólares. Dos EUA, o dinheiro retorna para o Paraguai por uma empresa de transporte de valores e vai para uma conta bancária local. O gerente do esquema cobraria uma porcentagem sobre a movimentação e devolveria o restante para os outros envolvidos.

Segundo a notícia publicada, para ampliar a possibilidade de movimentação de dinheiro, uma das alternativas seria a criação de uma fundação, por exemplo. A instituição que estaria envolvida no caso seria a Fundación Fraternidad Angelical, que de acordo com o Jornal o Globo, é investigada, no Paraguai, por evasão e lavagem de dinheiro. Para o El Independiente, a Fundação teria a intenção de contar com o ex-jogador como um dos sócios.

Os jornalistas informaram que o esquema envolveria a quantia de US$ 400 milhões e que várias pessoas estariam interessadas em uma parte do lucro. Para o El Independiente é preciso seguir a rota do dinheiro para descobrir o verdadeiro contexto desse escândalo.

O caso

Dalia López, de 48 anos de idade era a presidente da Fundación Fraternidad Angelical, que organizou uma campanha de marketing para divulgar o projeto voltado para a saúde das crianças. Ronaldinho teria participado da campanha.

O assunto virou notícia quando Ronaldinho e o Irmão foram detidos com passaportes adulterados. Os dois estão presos no Agrupamento Especializado da Polícia Nacional, em Assunção. Com as investigações, servidores do Ministério de Migrações e do Ministério de Interior passaram a ser suspeitos.

O ex-chanceler Rubén Melgarejo Lanzoni renunciou ao cargo de Assessor “ad honorem” do Ministério do Interior. A publicação ainda diz que o Ministro Euclides Acevedo desmentiu que Anastasio Ojeda, assessor jurídico da instituição, o tenha informado sobre os documentos adulterados dois dias antes da chegada de Ronaldinho e do irmão dele ao país.

Na terça-feira, a Polícia Nacional deteve mais três funcionários públicos suspeitos de envolvimento no caso. Dois trabalham para a Direção Nacional de Aeronáutica Civil (Dinac) e o outro para a Direção Nacional de Migrações.

A equipe que produziu a matéria trabalha para o grupo Editorial de Negócios, que tem sede em Assunção e coordena também o diário 5Dias, que é voltado à economia.

Foragida

O promotor Osmar Legal informou, em entrevista à Rádio Ñanduti, que a empresária Dalia Lopez é procurada pela justiça.

Nesta terça-feira (10) o Diário Última hora informou que o juiz Gustavo Amarilla confirmou o indiciamento de Dalia López por mediar a produção e o uso de documentos públicos com conteúdo falsificado e por associação criminosa. Ela foi convocada para uma audiência marcada para às 8h do dia 18 deste mês.

O que dizem os advogados

O advogado do empresário Wilmondes Sousa Lira ratificou o desacordo com a prisão preventiva do cliente e afirmou que irá recorrer. Sousa está preso em Tacumbú, também no Paraguai, por associação criminosa, uso de documento não autêntico e uso de documento público com conteúdo falsificado. O empresário chegou ao Paraguai junto com Ronaldinho.

(Foto: Ministério Público do Paraguai)

O advogado brasileiro de Ronaldinho, Sergio Queiroz, afirmou no domingo (8), em uma coletiva, que o cliente dele e o irmão de Ronaldinho estão presos ilegalmente. Na entrevista, ele disse que está buscando todos os mecanismos possíveis para anular a ordem de prisão.

Leia mais: https://independiente.com.py/asi-es-el-esquema-de-movimiento-de-divisas/

Leia mais: https://oglobo.globo.com/esportes/fundacao-que-levou-ronaldinho-ao-paraguai-investigada-por-evasao-lavagem-de-dinheiro-24289800

Leia mais: https://www.ultimahora.com/ronaldinho-a42526.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *