Sem categoria

Paraguai em quarentena

(Foto: Ministério da Saúde do Paraguai)

Após o anúncio do Decreto da Presidência do Paraguai, que decidiu suspender as aulas por 15 dias a partir de terça-feira (10), e orientou as pessoas a evitarem aglomerações, com o objetivo de reduzir a propagação do coronavírus no país, várias instituições, públicas e privadas, vêm anunciando a suspensão das atividades. Inclusive algumas igrejas.

De acordo com os jornais do país, as ruas de Assunção ficaram vazias nesta quarta-feira (11). Muitas empresas, como a que gerencia os jornais 5Dias e o ElIndependiente, que pertencem ao grupo Editorial de Negócios, optaram por manter os funcionários trabalhando no sistema “home office”.

Néstor Filártiga, presidente da Associação de Restaurantes do Paraguai informou que os empresários apóiam a medida e estão colaborando para que a doença não se propague.

Nesta quarta-feira os senadores e deputados suspenderam as sessões por duas semanas. O Ministério Público também aderiu à suspensão das atividades. Já o Tribunal Superior de Justiça postergou as datas das eleições municipais, tanto internas, quanto gerais.

Os encontros do MERCOSUL, marcados durante esse período no Paraguai, serão feitos por videoconferência.

O governo paraguaio vem informando quais os melhores meios para obter informações sobre a situação e alerta para as notícias falsas que estão se alastrando pelo país. Indica também que somente pessoas com sintomas de gripe ou problemas respiratórios devem usar máscaras.

Já os supermercados pedem que os consumidores tenham calma e “não toquem os pães com as mãos”, de acordo com o diário ABC Color.

Os jornais paraguaios informaram também que o vice-ministro de Transportes, Pedro Britos, decidiu que os ônibus só poderão transportar pessoas sentadas. Ainda hoje, a Petropar e suas operadoras anunciaram uma redução no preço dos produtos. De acordo com o ministério da saúde do Paraguai, há 5 casos de coronavírus confirmados no país.

Para mais informações: https://www.mspbs.gov.py/noticias.php

Cris Loose

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *