Sem categoria

Vítimas do coronavírus não poderão ser veladas no Paraguai

De acordo com o La Nacion, a Diretoria Forense do Ministério Público explicou quais os procedimentos em casos de morte.

As vítimas fatais do coronavírus não poderão ser veladas no Paraguai, de acordo com a afirmação de Pablo Lemir, diretor forense do Ministério Público, que repassou orientações para o manejo e o traslado dos mortos, vítimas da doença.

O procedimento, de acordo com a publicação, está baseado nas normas da Rede Iberoamericana de Instituições de Medicina Legal e Ciências Forenses, apresentadas ao Ministério da Saúde Pública do país vizinho.

Lemir explicou que, ainda que a pessoa tenha morrido, o vírus permanece no corpo e pode se propagar.

Se o paciente morrer em um centro assistencial, os profissionais deverão tomar medidas preventivas para resguardar a própria saúde. Eles também deverão colocar o corpo em uma bolsa mortuária com todos os pertences e insumos hospitalares usados pelo paciente. Por fim, é preciso desinfectar a parte externa da bolsa.

Após esses procedimentos, os profissionais colocarão a primeira bolsa já limpa dentro de outra bolsa para então, levar o corpo ao caixão. O transporte também deverá ser feito com toda a precaução.

O corpo poderá ser cremado ou enterrado imediatamente, sem que seja realizado o velório até porque, a orientação é preciso evitar a aglomeração de pessoas.

Se o paciente morrer na própria casa, caberá aos agentes das funerárias realizarem tais procedimentos. Após a finalização do processo, o responsável pelo imóvel terá que desinfectar o ambiente onde o paciente estava, tomando todos os cuidados necessários.

Porém, o representante de uma funerária do Paraguai informou que até agora eles não receberam nenhuma notificação por parte do Ministério da Saúde, sobre como agir em um caso assim. Também informou que não foram comunicados da suspensão dos velórios.

Leia mais: https://www.lanacion.com.py/pais/2020/03/12/fallecidos-por-coronavirus-no-podran-ser-velados/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *