Sem categoria

Setor de bares, restaurantes e casas noturnas demitiu pelo menos 3,2 mil pessoas no Paraná em 15 dias

(Foto: Pixabay)

Entre as empresas que demitiram está o Grupo Madero, que dispensou 600 funcionários. Crise gerada pelo novo coronavírus fechou ou limitou atividades em todo o estado.

Pelo menos 3.200 funcionários do setor de bares, restaurantes e casas noturnas perderam os próprios empregos nos últimos 15 dias no Paraná, em razão da crise do novo coronavírus, segundo a associação que representa a categoria, Abrabar.

O presidente da associação, Fabio Aguayo, disse que as empresas do setor estão entrando em colapso financeiro por causa da crise. Além disso, segundo ele, alguns estabelecimentos enfrentam dificuldades, como o repasse de dinheiro das operadoras de cartão de crédito e, até mesmo, da cobrança de aluguel de imóveis.

Aguayo disse ainda que o número de demissões só não é maior porque muitos funcionários estão em férias coletivas. São entre 10 mil e 12 mil trabalhadores, segundo o presidente.

Atualmente, segundo a associação, o setor tem 12 mil estabelecimentos com 37 atividades econômicas, que representam 20% do Produto Interno Bruto (PIB) de Curitiba e 6% do estado.

O Grupo Madero adiou a expansão de negócios prevista para 2020 e demitiu 600 funcionários, segundo o vice-presidente de operações da empresa, Rafael Mello.

Durante a crise em virtude da pandemia do novo coronavírus, Mello disse que empresa optou por não renovar alguns contratos.

Leia mais: https://g1.globo.com/pr/parana/economia/noticia/2020/04/03/setor-de-bares-restaurantes-e-casas-noturnas-demitiu-pelo-menos-32-mil-pessoas-no-parana-em-15-dias-diz-abrabar.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *