Sem categoria

Gaeco apreende EPIs de uso na saúde em Londrina

(Foto: Gaeco/MPPR)

De acordo com o Ministério Público, o material foi escondido por medo de que fosse requisitado pela Prefeitura para as ações de combate à atual pandemia de coronavírus.

O Ministério Público do Paraná realizou nesta quarta-feira, 8 de abril, uma operação de combate a crimes relacionados à pandemia do coronavírus (Covid-19), em Londrina, no norte do Estado. Durante a ação, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em conjunto com as Promotorias de Justiça da Saúde e do Consumidor da comarca, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em três empresas, um barracão e uma residência.

As investigações do MPPR revelaram que um grupo empresarial da cidade teria alugado um barracão para ocultar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) – como luvas, máscaras e óculos  – receosos com a possibilidade de requisição de tais produtos pela Prefeitura Municipal de Londrina.

Os materiais são imprescindíveis para os profissionais de saúde que trabalham no combate à atual pandemia e estavam escondidos em um espaço insalubre, sem homologação dos órgãos sanitários.

(Foto: Gaeco/MPPR)

Dezenas de caixas de máscaras, luvas e óculos foram apreendidas e encaminhadas para a Secretaria de Saúde de Londrina. Os produtos estão à disposição da 2ª Vara Criminal da comarca.

Com informações do http://www.mppr.mp.br/2020/04/22494,11/Gaeco-apreende-Equipamentos-de-Protecao-Individual-EPIs-de-uso-de-profissionais-de-saude-ocultados-por-grupo-empresarial-de-Londrina.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *