Sem categoria

Paraguaios continuam chegando à fronteira e Governo prepara abrigos com o apoio da iniciativa privada e das Forças Armadas

(Foto: Governo de Alto Paraná/Reprodução)

Parte do grupo de paraguaios que estava até o fim da tarde de ontem (21) na Ponte da Amizade, já deu entrada no país vizinho. À noite, cerca de 100 pessoas foram levadas para um abrigo, onde irão cumprir a quarentena obrigatória.

Pela madrugada, dois grupos de 40 pessoas também foram autorizados a entrar no país. Parte seguiu para Ayolas e parte para o Departamento Central.

No começo da manhã desta quarta-feira (22), mais 12 pessoas foram levadas para Luque, também no Departamento Central.

Cerca de 40 pessoas ainda estavam na Ponte da Amizade hoje cedo, mas outros paraguaios chegaram ao local.

No meio da manhã, o governador de Alto Paraná, Roberto Gonzalez Vaesken, informou, pelas redes sociais, que o complexo Parque Mercosur II colocou à disposição das autoridades sanitárias, um local com capacidade para abrigar 120 pessoas. O espaço, com banheiros, está sendo preparado para receber a qualquer momento mais paraguaios que deverão cumprir a quarentena.

Funcionários terceirizados desinfectaram a passarela por onde passa quem vêm para o Brasil. (Imagem: Armada Nacional)

Já a Armada Nacional, compartilhou um vídeo com imagens de trabalhadores de uma empresa terceirizada, que teria sido contratada pelo Dnit, para desinfectar a passarela por onde passam as pessoas que vêm para o Brasil.

No começo da tarde desta quarta-feira (22), de acordo com a jornalista Noelia Duarte, havia entre 80 e 90 pessoas na Ponte, aguardando a liberação para cumprir a quarentena no país vizinho.

Cris Loose

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *