Sem categoria

Caso de zika em gestante alerta para remoção de criadouros do Aedes aegypti

O boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (28) pela Secretaria de Estado da Saúde alerta para a confirmação de três casos de zika, sendo um deles o de uma gestante de 30 anos, no município de Cambé, no Norte do Estado. O caso é autóctone (contraído no local de domicílio da paciente) e foi diagnosticado no primeiro trimestre de gravidez, após resultado de exame sorológico cruzado para dengue e zika.

A gestante está bem e segue com acompanhamento pré-natal na rede pública de saúde. Os outros dois casos de zika confirmados são em Assaí, também autóctone, e em Curitiba, considerado importado.

As medidas de prevenção e controle da zika são as mesmas da dengue e Chikungunya, já que todas são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. 

Boletim da Dengue – O boletim semanal da secretaria estadual da Saúde confirma 142.098 casos de dengue no Estado. São 13.693 casos a mais em relação à publicação da semana passada, que trazia 128.405 confirmações. Este período de monitoramento da doença começou em julho de 2019 e segue até julho de 2020.

No Paraná, são 338 municípios com casos confirmados e 111 óbitos registrados por dengue. Os casos notificados passam de 278 mil e abrangem 370 cidades

Estão em epidemia 216 municípios e em situação de alerta, 26 municípios.

Neste período, o Estado tem sete casos confirmados de Chikungunya – um deles foi registrado no informe desta semana, na cidade de Andirá. Todos são casos importados e foram adquiridos em outros estados.

Leia mais: http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=106750&tit=Caso-de-zika-em-gestante-alerta-para-remocao-de-criadouros-do-Aedes-aegypti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *