Sem categoria

Covid-19: MPF solicita informações a UFSC sobre alternativas à paralisação das atividades

(imagem: MPF/SC)

Universidade deve esclarecer se há a adoção de ensino na modalidade não presencial, diante da necessidade de manutenção do distanciamento social.

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou ao reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Ubaldo Cesar Balthazar, esclarecimentos sobre a extensão da paralisação das atividades de ensino, sem prejuízo do distanciamento social, bem como outras informações, em virtude do quadro de pandemia do novo coronavírus (covid-19). O reitor tem 10 dias de prazo para enviar as informações a contar do recebimento do expediente.

O procurador da República Alisson Campos solicitou, ainda, que seja informado se há a adoção de ensino na modalidade não presencial, diante da necessidade de manutenção do distanciamento social.

O MPF, segundo o procurador, não demanda que a UFSC volte às atividades, mas sim que adote alternativas para a paralisação seja minorada com atividades de ensino a distância que não implique o desrespeito às recomendações de distanciamento social.

Com informações da Assessoria de Comunicação Social do Ministério Público Federal em SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *