Sem categoria

Ex-chefes do IAP em Paranaguá e na Ilha do Mel e mais quatro réus recebem nova condenação relacionada à Operação Valadares, do MPPR

O Ministério Público do Paraná foi comunicado de nova condenação referente à Operação Valadares, ação deflagrada em 2012 pelo MPPR em Paranaguá e outras cidades do litoral voltada a coibir organização criminosa que atuava na concessão de licenças ambientais falsas a empresas.

As ilegalidades tinham participação direta de servidores do escritório regional do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) – inclusive do ex-chefe da unidade, já afastado do cargo.

A decisão, da 2ª Vara Criminal do Juízo de Paranaguá, atende denúncia criminal proposta pela 2ª Promotoria de Justiça da comarca, que tem atribuição na área ambiental.

Ilegalidades e outras ações – A ação penal apresentada pelo Ministério Público trata da concessão indevida pelos denunciados de licença ambiental para instalação de um estacionamento de caminhões em um posto de combustíveis em área de preservação (manguezal), de autorização ilegal para o desmatamento de terreno com vegetação do Bioma Mata Atlântica para outra empresa e de liberação irregular de dragagem em canais de trapiches na Ilha do Mel, em benefício de uma terceira empresa.

Autos nº 0008682-07.2012.8.16.0129

Leia mais: http://www.mppr.mp.br/2020/05/22560,11/Ex-chefes-do-IAP-em-Paranagua-e-na-Ilha-do-Mel-e-mais-quatro-reus-recebem-nova-condenacao-relacionada-a-Operacao-Valadares-do-MPPR.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *