Sem categoria

Fronteira com Brasil representa uma “ameaça” ao esforço paraguaio contra o Covid-19, admite Abdo Benítez

Vista aérea da Ponte da Amizade, na fronteira entre Brasil e Paraguai. (Foto: Reprodução/Agência IP)

“A fronteira com o Brasil representa uma ameaça a todo o esforço que o povo paraguaio vem fazendo para impedir a propagação do Covid-19 e, portanto, o governo nacional nem pensa em reabrir as fronteiras”, declarou nesta sexta-feira (8), o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez.

Depois de inaugurar obras no sul do país, o presidente falou à imprensa sobre as ações que o governo está tomando para conter a pandemia de coronavírus. Nesse sentido, ele admitiu que a fronteira com o Brasil é motivo de preocupação e que “com o que o Brasil vive hoje, nem passa pela nossa cabeça abrir a fronteira”.

“O Brasil talvez seja o país onde há a maior expansão do coronavírus do mundo e isso é uma grande ameaça para nós. Temos uma fronteira de 700 quilômetros e devemos entender que é uma ameaça enorme para todos os esforços que o povo paraguaio já está fazendo”, expressou o presidente.

Ele comentou que, para ter maior controle desta extensa área de fronteira, a presença militar já foi reforçada, principalmente em pontos considerados vulneráveis.

“Estamos bem e espero que continuemos melhorando, tenho muita esperança”, destacou o chefe de Estado, que também fez um “apelo” para que os paraguaios continuem com o estrito cumprimento das medidas sanitárias.

“Não vamos relaxar, vamos ser responsáveis ​​e vamos continuar construindo protocolos conforme o estabelecido pelo Ministério da Saúde”, acrescentou.

O Ministério da Saúde Pública confirmou 101 novos casos nesta sexta-feira e, com isso, os infectados pelo Covid-19 no Paraguai somam 563, enquanto o número recuperado é 148 no total, mantendo o número de mortos em 10.

Leia mais: https://www.ip.gov.py/ip/frontera-con-brasil-representa-una-amenaza-al-esfuerzo-que-realiza-el-pueblo-paraguayo-segun-abdo/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *