Sem categoria

Indústrias “maquiladoras” retomam a produção na primeira fase de quarentena inteligente

Foto: Agência IP)

As indústrias maquiladoras do Paraguai retomaram as operações na primeira fase da quarentena inteligente, após sofrer uma queda nas exportações devido às medidas sanitárias implementadas para impedir a propagação do coronavírus, no Paraguai.

Ernesto Paredes, secretário executivo do Conselho Nacional das Indústrias Maquiladoras (Cnime), informou que o principal item de exportação durante a crise da saúde foram os suprimentos médicos, enquanto o setor industrial de autopeças foi o mais afetado.

No quarto mês do ano, a indústria maquiladoras sofreu uma redução considerável em relação ao mesmo período de 2019 e acumulou um baixo percentual de embarques de janeiro a abril. “Houve uma redução de aproximadamente 70% nas operações em relação ao ano anterior e, nas exportações acumuladas de janeiro a abril, houve uma queda de 20%”, afirmou o secretário do Cnime.

Quanto à reativação do regime industrial na primeira fase da quarentena inteligente, que permite que as fábricas continuem suas atividades sob rigorosas medidas de segurança e prevenção, Paredes espera que, com a abertura do mercado externo, as empresas de maquiladoras possam produzir e exportar mais. “As indústrias foram as primeiras a entrar na retomada gradual das atividades e a maioria começou a trabalhar de acordo com sua capacidade produtiva para responder prontamente aos clientes do exterior”, concluiu Paredes.

Leia mais: https://www.ip.gov.py/ip/industria-maquiladora-se-reactiva-gracias-a-cuarentena-inteligente/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.