Sem categoria

Seca e outros fatores preocupam produtores de milho e soja, no Paraguai

A seca prejudicou o desenvolvimento das plantas e dos grãos. (Foto: Gentileza)

Os prejuízos chegam a 50% devido à estiagem, ao custo de produção e ao escoamento em época de Covid-19.

Na região de Santa Rosa Del Monday, o produtor Márcio Giordani Mattei mostra os grãos de soja pequenos que, após colhidos e comercializados, mal irão cobrir os custos de produção. “A seca, uma vez mais, castiga os produtores de soja no Paraguai. O sol de março e abril deixou prejuízos e muitos agricultores vão ter dificuldades para pagar os custos da safra passada e da safrinha”, afirmou.

Com o milho, a situação é parecida. “Parte das lavouras foi plantada fora da janela e vem sofrendo com a seca. Agora vem o frio e isso pode piorar ainda mais a situação”, disse Márcio.

As lavouras de milho também sentiram a falta de chuva.(Foto: Gentileza)

Em algumas áreas as lavouras desenvolveram bem, mas são exceções. Mesmo assim os produtores não esperam um ano fácil seja por questões climáticas ou relacionadas aos preços finais e aos custos.

Na Colônia General Díaz, no norte de Alto Paraná, a lavoura de milho plantada em 27 de fevereiro começou a se desenvolver bem, mas a estiagem prejudicou o crescimento das plantas. O produtor Markus Laderak calcula que, em comparação com o ano passado, a queda na produção será de 50%. “Se a gente contabilizar também a queda no preço final, o prejuízo é ainda maior”, afirmou.

Com a lavoura de soja, ocorreu o mesmo. “A perda é grande e com os preços do milho e da soja, junto com a crise de Covid-19, a seca dos rios Paraguai e Paraná e o custo do escoamento, quem perde é o agricultor. Mas, apesar dos fatos serem negativos, o pesamento do produtor é sempre positivo”, finalizou Laderak.

Veja a reportagem completa: https://tv.tarobanews.com/primeira-hora-1/2020/5/15/perdas-no-plantio-de-graos-podem-passar-dos-50-neste-ano-85178/v/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *