Sem categoria

Paraguai: 13 pessoas são responsabilizadas por realização de concurso para eleição de Miss

(Reprodução/Twitter)

Após a realização da escolha da Miss Curuguaty, no departamento de Canindeyú, 13 pessoas foram incriminadas por violarem a quarentena de saúde devido ao coronavírus.

O promotor Lucrecio Cabrera responsabilizou 13 pessoas por violarem a quarentena de saúde imposta pelo governo, devido à pandemia de coronavírus. Os acusados ​​participaram de um concurso de beleza para a eleição da Miss Curuguaty, no Departamento de Canindeyú, no Paraguai.

Após a divulgação das imagens do evento e das críticas nas redes sociais, a Polícia Nacional conseguiu identificar os participantes. No total, há mais de 18 pessoas envolvidas, incluindo menores de idade, informou a Telefuturo.

Participaram do evento artistas e um júri, incluindo a assistente fiscal Otilia Rodas, esposa do prefeito da cidade, Nelson Martínez, que foi processada pelo fato. Da mesma forma, os pais de seis menores de idade que participaram do evento serão acionados pela justiça.

A prefeitura negou ter organizado o evento que faria parte das festividades dos 304 anos da Curuguaty. Durante o evento, que reuniu candidatas e convidados, não foram observadas medidas sanitárias, como o uso de uma máscaras.

Leia mais: https://www.ultimahora.com/13-personas-imputadas-realizacion-eleccion-miss-curuguaty-n2885410.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *