Sem categoria

Ministério Público e polícia realizam operações simultâneas em busca de Juliette, no Paraguai

Juliette está desaparecida desde o dia 15 de abril. (Foto: Reprodução)

 A menina de 7 anos está desaparecida há mais de um mês. As operações estão sendo realizadas em San Lorenzo, Emboscada e Caacupé.

O objetivo da operação simultânea é coletar mais dados e evidências, a fim de esclarecer o estranho desaparecimento da menina. Em San Lorenzo, Departamento Central, o Ministério Público e a Polícia estiveram na residência de uma mulher de nacionalidade alemã.

O segundo mandado foi realizado em um condomínio em Caacupé, Departamento de Cordillera, onde também moram cidadãos alemães e de outras nacionalidades. No local viveria um homem que, de acordo com a análise das chamadas telefônicas analisadas pela polícia, conversava frequentemente com o padrasto da garota.

O terceiro mandado foi cumprido na cidade de Emboscada, na casa que seria de uma das babás da menina.

O desaparecimento

Juliette desapareceu no dia 15 de abril, da casa do padastro dela. No momento do desaparecimento, a mãe, o padrasto, o capataz e um trabalhador estavam na propriedade. Duas horas depois do desaparecimento, um homem de nacionalidade alemã, que é sócio do padrasto de Juliette, chegou ao imóvel.

Até o momento, o paradeiro da menina é desconhecido. Juliette sofre de uma deficiência motora e tem dificuldades para andar e falar.

O Ministério Público deteve o padrasto e a mãe de Juliette. Eles se recusaram a falar e foram acusados ​​pelos supostos atos de violação do dever de cuidado e abandono.

Leia mais: https://www.ultimahora.com/fiscales-y-policias-realizan-tres-operativos-simultaneos-busqueda-juliette-n2885963.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *