Sem categoria

Com aulas suspensas, menino de cidade gaúcha manda áudio à professora: ‘Sem você eu não consigo aprender’

João Vitor dos Santos, de seis anos, enviou um áudio emocionante para a educadora Benice Matos. Aulas da rede estadual estão suspensas devido à pandemia de coronavírus desde março.

Uma mensagem simples e sincera de um menino de seis anos de Lagoa Vermelha, no Norte do Rio Grande do Sul, emocionou a professora Benice Ávila Matos e todo mundo que assistiu ao vídeo que circula desde a última semana nas redes sociais. É um depoimento de João Vitor Pereira dos Santos, aluno dela na escola estadual Presidente Kennedy.

“Sem você, professora, eu não consigo aprender bem. A mãe não é igual a você. Você tem as ʽmaniasʼ de ʽprôʼ. A minha mãe não tem. Ela trabalha num restaurante. Ela só tem a ʽmaniaʼ de fazer comida. Desculpe te incomodar agora, só que eu queria falar pra senhora isso.”

Quando recebeu a mensagem, a “prô” Benice se emocionou e resolveu compartilhar o áudio com alguns colegas. Aos poucos, a mensagem foi compartilhada em grupos de Whatsapp e nas redes sociais, o que surpreendeu a educadora.

“Pensei: ʽEu preciso ajudar! Como eu vou fazer? Como vou interagir?ʼÉ um reconhecimento que te valoriza como professora, que te anima a seguir em frente no teu trabalho”, conta a professora.

As aulas presenciais da rede pública foram suspensas em 19 de março. Desde o começo da interrupção, as escolas fornecem material para que os alunos sigam estudando em casa.

João Vitor é estudante do primeiro ano do Ensino Fundamental e ainda está aprendendo a ler e a escrever. A mãe dele, a cozinheira Elisandra Pereira, não tem “as mania” de ensinar a fazer as tarefas, como diz o próprio menino.

“Eu acho que a professora sabe mesmo ensinar. Eu falei para mãe um dia, que a ʽprofeʼ já era treinada nisso, e a mãe ainda não, né, mãe?”, pergunta João Vitor.

“Ele sabia que a ʽprofeʼ era a peça fundamental naquele momento, mas ele quis também que eu fosse importante”, comenta Elisandra.

Já o João Vitor tem saudade de outra coisa. “Eu queria dar um abraço! Só de longe, não pode chegar perto! Tem muita coisa pela vida para aprender na escola”, pontua o menino.

Leia mais: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2020/05/20/com-aulas-suspensas-menino-de-lagoa-vermelha-manda-audio-a-professora-sem-voce-eu-nao-consigo-aprender.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.