Sem categoria

Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão em Foz do Iguaçu

Os mandados foram expedidos pela Vara da Auditoria da Justiça Militar de Curitiba e tem como alvos um ex-vereador de Foz do Iguaçu e um empresário, então assessor do Parlamentar.

O Núcleo regional do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) em Foz do Iguaçu, deflagrou nesta sexta-feira (22) a 2ª fase da “Operação Iscariotes”.

Trata-se de investigação instaurada a partir da prisão em flagrante do então capitão do núcleo do GAECO de Foz do Iguaçu, em dezembro do ano passado, em Curitiba. A prisão foi feita pelo próprio GAECO.

Na época, ele foi flagrado exigindo vantagem indevida de um empresário ligado à empresa ENERGEPAR, que firmou contrato com o Município de Foz do Iguaçu para substituição das luminárias locais por lâmpadas de LED.

O capitão foi afastado das funções e responde a ação penal por crime de concussão, junto vara da auditoria militar em Curitiba.

As diligências de hoje tem como objetivo apurar possíveis crimes de concussão e corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro, dentre outros, todos com relação direta com a prisão em flagrante do capitão da PM.

Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela Vara da Auditoria da Justiça Militar de Curitiba, tendo como alvos um ex-vereador de Foz do Iguaçu e um empresário, então assessor do parlamentar.

Nas buscas estão sendo apreendidos documentos, materiais de informática, celulares,
além de outros elementos indiciários.

Com informações do MPPR/GAECO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *