Sem categoria

“Ciudad del Este pode ser uma Wuhan”, alerta epidemiologista paraguaio

Guillermo Sequera, diretor geral de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde Pública, alertou que “não se deve baixar a guarda porque o pior ainda não passou e o inverno está chegando”.

Sequera expressou sua preocupação com a situação em Alto Paraná sobre os casos de Covid-19 sem vínculo e alertou que Cidade do Leste pode se tornar uma nova Wuhan, a cidade onde o Covid-19 apareceu.

Em entrevista à rádio 730 AM, o epidemiologista pediu aos cidadãos para não baixarem a guarda e tomarem as medidas correspondentes para evitar a explosão de infecções por coronavírus no país.

Ele observou que longe do que se pensa, o pior ainda não aconteceu.

“Agora estamos entrando em um estágio mais perigoso, ainda não superamos a tempestade. Não imaginávamos, em março, que as pessoas colaborariam tanto, mas não sei o que acontecerá no final de junho e no início de julho, quando o frio estiver mais forte. A gripe sazonal e o Covid-19 podem nos afetar muito “, argumentou.

O especialista reiterou a preocupação com o que está acontecendo em Alto Paraná, onde alguns sem vínculo epidemiológico foram registrados. “As pessoas precisam se conscientizar. Cidade do Leste pode vir a ser a nova Wuhan se as medidas não forem respeitadas”, afirmou.

Sequera também disse que os cidadãos devem prestar atenção ao que aconteceu no Chile, onde em menos de 10 dias a situação ficou fora de controle após o relaxamento das medidas de prevenção.

Leia mais: https://www.lanacion.com.py/hoy/2020/05/28/ciudad-del-este-puede-ser-un-wuhan-advierte-sequera/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *