Sem categoria

Paraguai: Quarentena inteligente será avaliada na próxima semana e ministro fala sobre “elementos preocupantes”

(Foto: MSPBS)

Na conta pessoal do Twitter, o ministro Julio Mazzoleni afirmou hoje (5) que “a quarentena inteligente está em risco”.

O ministro da Saúde, Julio Mazzonelli, alertou que relaxamento observado nas últimas semanas no Paraguai, colocaria em risco o avanço da quarentena inteligente para a próxima fase. “Podemos corrigir as direções e considerar um avanço na quarentena inteligente. Vamos adiar a decisão até quinta-feira pois temos muitos elementos preocupantes para avaliar “, afirmou.

Em uma conferência de imprensa realizada nesta sexta-feira (5), o Ministro da Saúde disse que há um relaxamento e isso é evidente, pois houve um aumento de casos de transmissão comunitária nas últimas semanas.

Mazzoleni afirmou que “devemos nos apegar às medidas que nos permitiram ter sucesso”. Ele anunciou que na próxima semana será realizada a análise da segunda fase da quarentena inteligente, para depois anunciar as medidas que serão tomadas.

“Realmente tem sido uma semana perturbadora e que claramente coloca em risco nossa quarentena inteligente. Tivemos quase 70 casos sem conexão ou contato com a comunidade”, enfatizou o ministro.

Mazzoleni também disse que 1 único caso positivo foi relatado, das 1.018 amostras feitas nas últimas 24 horas.

“Das 1.018 amostras analisadas tivemos apenas 1 caso positivo, mas quero advertir que não devemos olhar para um dia, vamos realmente olhar com preocupação para o que aconteceu nas últimas semanas”, acrescentou.

O ministro também informou que todos os processos de licitação que foram contestadas pela Comissão Especial liderada pelo ministro Arnaldo Giuzzio, serão cancelados. “Todos os processos que não são claros e que foram questionados serão cancelados de acordo com a recomendação da Comissão”, enfatizou.

Leia mais: https://www.ip.gov.py/ip/cuarentena-inteligente-se-evaluara-la-proxima-semana/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *