Sem categoria

Abdo Benítez: “Peço desculpas e compreensão, mas não vamos abrir as fronteiras”

O Presidente esteve hoje em Concepción (PY). (Foto: Twitter/Reprodução)

A respeito dos protestos pela reabertura das fronteiras do Paraguai, o presidente da República, Mario Abdo Benítez, afirmou que não existe condições para “dar luz verde” ao pedido, enquanto não houver um controle na disseminação dos casos de Covid-19 em países vizinhos, como o Brasil.

“Os moradores das cidades fronteiriças, principalmente as áreas próximas ao Brasil, estão recebendo o maior impacto em termos econômicos porque vivem da compra, do turismo e do mercado brasileiro. Sei que eles estão passando por um momento difícil e estão se mobilizando para a reabertura das fronteiras e eu os entendo”, afirmou o Presidente.

As declarações foram feitas pelo chefe de Estado durante um evento no departamento de Concepción, onde ele entregou várias obras.

Abdo explicou que 80% dos casos com resultado positivo para o coronavírus no país foram registrados em abrigos do Poder Executivo, usados para a quarentena dos paraguaios que retornaram do exterior.

“Peço a compreensão e até mesmo desculpas, mas não poderemos abrir as fronteiras até que a propagação do vírus esteja controlada em países irmãos e vizinhos, que estão em dificuldades, porque todo o esforço que está sendo feito aqui pode ser perdido se permitirmos a abertura das fronteiras. Hoje, 80% ou mais dos casos que deram positivo para o coronavírus no Paraguai estão em abrigos e vieram de outros países”, afirmou.

O Presidente pediu aos cidadãos, principalmente os que estão envolvidos no comércio, que ao realizarem protestos, respeitem o protocolo sanitário, a fim de evitar maiores riscos.

“Peço que vocês façam manifestações pacíficas e que respeitem os protocolos de saúde. Respeitamos as manifestações, somos democratas, mas uma grande responsabilidade recai sobre nossos ombros e escolhemos, desde o início, cuidar da vida de nossos compatriotas ”, afirmou.

(Foto: Twitter/Reprodução)

Leia mais: https://www.lanacion.com.py/politica/2020/06/08/abdo-yo-pido-disculpas-y-comprension-pero-no-vamos-a-abrir-las-fronteras/#.Xt5nfd9CEzQ.whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *