Sem categoria

Mais de 100 trabalhadores da saúde cruzam a fronteira diariamente em Pedro Juan Caballero (PY)

Com o aval do Ministério da Saúde, um total de 115 trabalhadores da saúde cruzam a fronteira dariamente em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, e Ponta Porã (MS).

A Diretora de Migrações, Ángeles Arriola, confirmou a existência de uma lista de funcionários do Hospital Regional de Pedro Juan Caballero e da Décima Terceira Região Sanitária que entram no Paraguai diariamente, em Amambay.

O registro é composto por 115 profissionais de saúde, incluindo médicos e administradores, que trabalham em Pedro Juan Caballero, mas residem em Ponta Porã, no Brasil.

Em contato com a Rádio Monumental 1080 AM, Arriola disse que a conduta é autorizada pelo pelo Ministério da Saúde Pública, apesar do fechamento das fronteiras estabelecido por decreto presidencial.

“Quando eu consultei a Saúde (sobre aqueles que moram no outro lado da fronteira), a resposta foi não reduzir o pessoal nos hospitais”, disse.

A questão veio à tona depois que um caso de Covid-19 foi confirmado em uma enfermeira que trabalha no Hospital Regional de Pedro Juan Caballero e na Décima Terceira Região de Saúde. Por esse motivo, cerca de 20 funcionários foram colocados em quarentena. Os contatos da enfermeira serão testados para o Covid-19 nos próximos dias. Até lá, todos permanecerão isolados.

Leia mais: https://www.ultimahora.com/mas-100-trabajadores-blanco-cruzan-la-frontera-todos-los-dias-pjc-n2889189.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *