Sem categoria

Cônsul do Paraguai verifica situação dos caminhoneiros em Puerto Iguazú, na Argentina

(Foto: LaVozDeCataratas)

Após a denúncia feita por um grupo de caminhoneiros paraguaios que disse ter sofrido maus-tratos por parte da Gendarmeria, na Argentina, e após uma empresa de transportes do Paraguai ter solicitado a intervenção do Ministério das Relações Exteriores para corrigir esta situação, o chefe de Missão do Consulado Paraguaio de Puerto Iguazú, Magno Alvarez, visitou hoje (17) a área onde é feito o controle de fronteiras, na zona primária da Ponte Tancredo Neves, conforme informou o LaVozDeCataratas.

Na fronteira com o Brasil, Alvarez foi acompanhado pelo 2º Comandante do 13º Esquadrão da Gendarmeria Argentina, Juan Carlos Cuevas e pelo Chefe de Seção, 2º Comandante Claudio Caballero. Ele conheceu a situação geral da travessia de cargas, no contexto de monitoramento da emergência de saúde devido à pandemia de coronavírus.

Durante a visita, acompanhado pela pelo representante da Administração Federal de Renda Pública (AFIP), pela Diretoria de Migrações, Gendarmeria e Saúde, ele constatou que nenhum paraguaio estava no local. O último paraguaio que cruzou a fronteira entre Puerto Iguazú e Foz de Iguaçu, passou há 33 dias.

O cônsul paraguaio também confirmou que o local possui todos os elementos necessários para uma estadia confortável, com serviços básicos e verificação sanitária.

Leia mais: http://www.lavozdecataratas.com/noticia_66643.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *