Sem categoria

Argentina volta a restringir a circulação na região de Buenos Aires

(Foto: Reprodução)

Nova fase da quarentena vale para a região de Buenos Aires e segue até 17 de julho.

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou novas medidas para tentar diminuir a propagação do Covid-19 na região de Buenos Aires. “Se a Argentina seguisse a mesma linha do Brasil, hoje teria 10 mil mortes”, afirmou o presidente, que acrescentou que “se não tivéssemos feito o que fizemos, teríamos o sistema de saúde em colapso”.

A restrição de circulação será intensificada na Área Metropolitana de Buenos Aires (AMBA).

Isolamento segue até 17 de julho

O presidente Alberto Fernández anunciou na tarde desta sexta-feira (26), que a Região Metropolitana de Buenos Aires (AMBA) retornará a uma fase estrita de isolamento social preventivo e obrigatório, entre 1 e 17 de julho, para enfrentar a pandemia de coronavírus Covid-19.

“Hoje, 97% dos casos detectados ocorrem na Região Metropolitana de Buenos Aires e, nos últimos 20 dias, os casos aumentaram 147%. As mortes aumentaram 95%”, relatou o presidente.

As novas restrições, com isolamento social preventivo e obrigatório, implicarão na limitação do uso do serviço de transporte público, que será exclusivamente para trabalhadores de serviços essenciais, de acordo com o artigo 6 do decreto 297/2020.

Quem se desloca de carro deve solicitar a autorização correspondente.

Leia mais: http://www.lavozdecataratas.com/noticia_66741.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *