Sem categoria

AMAPAR se solidariza e pede mais segurança para os magistrados do Paraguai

(Imagem: Reprodução)

Associação dos Magistrados do Paraná – AMAPAR, entidade que representa os mais de 1.100 juízes e desembargadores do Estado do Paraná, em exercício e aposentados, se solidarizou nesta segunda-feira (29), com os magistrados judiciais da República do Paraguai, após o assassinato da juíza Diana Eveline Mereles Duarte, do Juizado Cível, Comercial e do Trabalho de Hernandárias, Circunscrição Judicial de Alto Paraná, ocorrido no dia 27 de junho, no Fórum de Justiça da cidade.

Em nota, assinada pelo juiz Geraldo Dutra de Andrade Neto, presidente da Associação, a AMAPAR afirma que “os juízes necessitam de um ambiente com segurança para desempenhar suas essenciais funções, que são inerentes à preservação do Estado de Direito e da Democracia”.

“Ao tempo que a magistratura paranaense expressa suas condolências à magistratura paraguaia, espera que as autoridades competentes apurem o ocorrido, de forma a darem a resposta penal adequada, conforme as leis e a Constituição da República do Paraguai”, diz a nota.

Leia mais: https://www.amapar.com.br/noticia-rss/item/nota-p%C3%BAblica-%E2%80%93-magistratura-paraguai.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *