Sem categoria

Senad inicia operação contra o narcotráfico e o desmatamento em reserva florestal no Paraguai

(Foto: Senad)

A Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) está realizando uma operação conjunta para a erradicação de plantações de maconha e acampamentos clandestinos na Reserva Natural de Morombí, departamento de Canindeyú.

A Reserva Natural de Morombí tem uma extensão de quase 25 mil hectares de florestas protegidas entre os departamentos de Canindeyú e Caaguazú. Nos últimos anos, várias estruturas de tráfico de drogas optaram por estabelecer as bases de produção de maconha na reserva, de acordo com a Senad.

A atuação do narcotráfico implica em desmatamento de grandes áreas para o cultivo de maconha.

Diante dessa situação, a Senad, com o apoio do Ministério Público, da Força Aérea e do Instituto Nacional de Florestas (Infona), realizou, pela segunda vez este ano, uma operação de erradicação de plantações e de acampamentos clandestinos na região.

Um contingente se estabeleceu na área para iniciar incursões aéreas e terrestres, durante 10 dias. Só no primeiro dia da operação, chamada Caaguazú – Canindeyú II / 2020, foram detectados nove plantações de drogas e apreendidos 1.450 quilos de maconha já pronta para a comercialização.

Além disso, os agentes destruíram nove hectares de plantações de maconha, o que equivaleria a 27 toneladas da droga, após a colheita. Somente no primeiro dia, o impacto nas finanças do narcotráfico é de aproximadamente US$ 850.000,00, segundo a Senad.

Leia mais: https://www.ip.gov.py/ip/senad-inicia-operacion-contra-el-narcotrafico-y-la-deforestacion-en-la-reserva-morombi/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *