Sem categoria

Operação conjunta destruiu 476,8 toneladas de maconha no Paraguai, informou a Senad

(Foto: Senad)

Após 10 dias de ações permanentes na Reserva Natural de Morombí, na divisa entre os Departamentos de Caaguazú e Canindeyú, no Paraguai, terminou nesta quarta-feira (8) Operação CAAGUAZÚ – CANINDEYÚ II, que buscava atacar centros de produção de drogas estabelecidos por narcotraficantes no interior do país.

(Foto: Senad)

A Senad, o Ministério Público, a Força Aérea, o INFONA e a Comissão de Prevenção, Luta Contra o Narcotráfico e Delitos Relacionados, do Senado, realizaram intervenções aéreas e terrestres que permitiram identificar e destruir pelo menos 155 hectares de plantações de maconha e 49 acampamentos usados no processamento da droga.

De acordo com o levantamento apresentado, 11,8 toneladas de maconha picada, 36 prensas, 5 quilos de maconha prensada e 165 quilos de sementes de drogas foram encontrados e destruídos.

(Foto: Senad)

Pelos cálculos da Senad, após todas as ações, a circulação de pelo menos 476 mil 830 kg de maconha pronta para ser comercializada foi evitada, causando danos econômicos de mais de 14 milhões de dólares ao tráfico de drogas.

Leia mais: http://www.senad.gov.py/noticia/14281-culmino-operacion-con-la-destruccion-de-4768-toneladas-de-marihuana.html#.XwXr_aFKjIU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *