Sem categoria

Suboficial da marinha é ferido em tiroteio na margem paraguaia do rio Paraná

(Foto: Reprodução/ABC Color)

35 pessoas foram detidas para averiguação.

Após uma intensa troca de tiros, que assustou moradores de Cidade do Leste e de Porto Franco, no Paraguai, 35 pessoas foram detidas no pela Marinha e pela Polícia paraguaia.

De acordo com a Marinha, militares que faziam uma patrulha fluvial no rio Paraná foram atacados a tiros e revidaram.

Durante o confronto, o sub-oficial Marcos Gabriel Aguero González, foi gravemente ferido na cabeça. Ele está internado no Hospital de Trauma de Cidade do Leste.

Após o confronto, militares e policiais fizeram buscas na região do bairro São Miguel e detiveram 35 suspeitos que foram detidos para averiguação. A região, conhecida como Kwait, é usada por contrabandistas que cruzam o rio irregularmente.

Ao ABC Color, o diretor da Polícia de Alto Paraná, Carlos Aguilera, informou que a patrulha foi atacada por pessoas que estavam na margem paraguaia do rio. Os militares teriam avistado uma embarcação que seria usada para o transporte de contrabando e, ao se aproximarem, teriam sido recebidos a tiros.

De acordo com o Capitão Walter Díaz, da Marinha paraguaia, os supostos contrabandistas usaram armas de grosso calibre e foi necessário pedir apoio à Polícia.

O confronto começou pouco depois da 00h00 desta quinta-feira (16) e teria durado cerca de duas horas, mas de acordo com moradores da margem brasileira, em Foz do Iguaçu, foram ouvidos tiros durante toda a madrugada.

Com informações da Marinha do Paraguai e do ABC Color

Leia mais: https://www.abc.com.py/nacionales/2020/07/16/tiroteo-en-alto-parana-militar-esta-grave-y-hay-35-demorados-tras-balacera/

Leia mais: https://www.abc.com.py/este/2020/07/16/infernal-tiroteo-en-cde-y-pdte-franco/

Um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *