Sem categoria

Reabertura das fronteiras vai depender da situação nacional, regional e mundial, afirma Paraguai

O ministro assessor de Assuntos Internacionais da Presidência do Paraguai, Federico González, afirmou nesta sexta-feira (7), em entrevista à rádio Universo 970 AM, que a abertura inteligente das fronteiras dependerá exclusivamente da situação nacional, da situação regional e também mundial, dando a entender que a implementação da proposta ainda está distante.

“O assunto vem sendo analisado há algum tempo e a reabertura poderá ocorrer quando as condições forem adequadas, do ponto de vista epidemiológico, mas se nos perguntam se abre amanhã ou na próxima semana, a resposta é não. Isso será feito quando a situação epidemiológica nacional, regional e até mundial estiver estabelecida. Só então o presidente do Paraguai e o presidente do Brasil tomarão a decisão”, afirmou.

O Ministro também disse o Brasil não está passando por um bom momento considerando o alto número de mortos.

“Neste momento, o país vizinho infelizmente está se aproximando de 100 mil mortes e Alto Paraná não está no seu melhor. Devemos ser realistas sem descuidar da saúde da economia, mas acima disso estão a vida e a saúde da população”, disse.

Leia mais: https://www.lanacion.com.py/politica/2020/08/07/reapertura-de-fronteras-dependera-de-la-situacion-nacional-regional-e-incluso-mundial-afirmo-ministro/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *