BrasilParaguaiParaná

Polícia de São Paulo prende criminoso que encabeçava a lista dos mais procurados do Ministério da Justiça

“Zequinha” é acusado de envolvimento em roubos a carros-fortes e também teria participado do assalto a Prosegur, em Cidade do Leste, no Paraguai. (Foto: PCSP)

Luciano Castro de Oliveira, de 46 anos, é natural de Campo Mourão, no Paraná. Ele foi preso na manhã desta quinta-feira (17), por policiais civis e militares de Avaré e de Botucatu (SP), que cumpriram um mandando de busca e apreensão emitido pela 1ª Vara da Comarca de Piraju, em São Paulo. Ele estava escondido em uma chácara em Tejupá, no interior do estado.

Ele foi preso em uma chácara, no interior do estado de SP. (Foto: PCSP)

De acordo com o Ministério da Justiça, “Zequinha” também é acusado de envolvimento em crimes contra patrimônio, organização criminosa e lavagem de dinheiro e era o criminoso mais procurado do país.  A mulher dele também foi presa na operação de hoje.

O criminoso faria parte da cúpula do PCC.

“Zequinha” foi condenado em 1992 a mais de 50 anos de prisão por vários crimes como roubos a banco, latrocínio e sequestros. Ele também  é o suspeito de ser o mandante do assalto a Prosegur, em Cidade do Leste, no Paraguai. Na época, em 2017, cerca de 30 homens roubaram mais de US$ 40 milhões que estavam armazenados no local.  Foi o maior roubo da história do Paraguai, conhecido como “o roubo do século”.

“Zequinha” estava sendo procurado pela justiça desde 2006.

Com informações da PCSP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.