BrasilParaná

Comunidade acadêmica desenvolve projetos online durante o período de pandemia

Objetivo é continuar com a produção de conteúdos e a interação com a comunidade, mesmo com o distanciamento social. (Foto: Unila)

Impedidos de desenvolver atividades presenciais durante a pandemia de Covid-19, docentes e alunos da UNILA estão migrando alguns projetos para plataformas online, com o objetivo de dar seguimento à interação com a comunidade durante o período de distanciamento social.

O projeto de extensão “Educomunicação e Cultura Guarani” lançou, há poucos dias, o portal Educom Guarani, que reúne material das ações realizadas pelo projeto desde 2018 em aldeias indígenas do Paraná.

O site conta com fotos, áudios e vídeos produzidos durante as oficinas formativas que foram ofertadas para estudantes e educadores de aldeias da região Oeste do Estado. Além de disponibilizar o material, o objetivo do Educom Guarani é incentivar a criação de novos conteúdos entre os participantes do projeto, mesmo durante o período de isolamento social.

Para a coordenadora do projeto, professora Laura Fortes, o site Educom Guarani também é uma ferramenta para que toda a comunidade conheça mais sobre a diversidade das comunidades Guarani.

O projeto tem entre os objetivos promover o desenvolvimento da expressividade, a apropriação dos meios de comunicação e o trabalho coletivo, visando à valorização da cultura Avá Guarani, por meio da produção audiovisual.

Mesmo durante o período de isolamento social, os integrantes do projeto continuam produzindo conteúdos para o site e para as redes sociais, a partir de materiais gravados antes da pandemia e de vídeos produzidos pelas comunidades indígenas.

Live – A equipe também está organizando uma live do projeto, prevista para o dia 20 de outubro, em articulação com as comunidades Añetete e Itamarã, de Diamante D’Oeste.

Ecologia e Saúde – Também já está no ar o portal Ecologia e Saúde, que tem o objetivo de divulgar informações de cunho científico sobre a dengue e demais arboviroses associadas aos mosquitos do gênero Aedes. O novo site também pretende ser uma ferramenta para apoiar o ensino e a pesquisa em Ciência, de modo a incentivar a interação do público com o mundo científico.

A equipe é formada por alunos e professores da UNILA, dos cursos de Biotecnologia, Ciências Biológicas, Desenvolvimento Rural e Segurança Alimentar, e Medicina.

O grupo também promove, de 5 a 8 de outubro, o webinar “Conhecendo os mosquitos Aedes, os transmissores da dengue e de outras doenças”. As inscrições estão abertas, até 4 de outubro, pelo site https://linktr.ee/projetoaedes. O evento será transmitido via Youtube, sempre às 19h. A atividade é gratuita e terá certificação.

Com informações da Unila 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.