BrasilParaná

Vila A Inteligente: pontos de instalação das tecnologias são definidos

Primeiros equipamentos da iniciativa, promovida pelo PTI e a ABDI em parceria com a Itaipu, serão inaugurados nos próximos dois meses. (Fotos: Kiko Sierich/PTI)

Nos próximos dois meses a Vila A, em Foz do Iguaçu, vai receber equipamentos que vão transformá-la no primeiro bairro público inteligente do País. Entre eles, semáforos, pontos de ônibus, estacionamentos e iluminação pública que contam com a Inteligência Artificial para melhorar a rotina de moradores e visitantes.

Definições essenciais para a concretização da iniciativa, promovida pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em parceria com a Itaipu Binacional, foram discutidas com representantes das empresas responsáveis pelas tecnologias e da Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu nesta quinta-feira (1).

Esta etapa será conduzida com celeridade para garantir o cumprimento dos prazos do projeto. O objetivo das tratativas é otimizar o processo de instalação para que as soluções se integrem a equipamentos já instalados no bairro, como câmeras de segurança, e possibilitar que outras inovações sejam implantadas além das previstas inicialmente na iniciativa.

Perímetro – O perímetro da Vila A onde serão implementadas as primeiras soluções está delimitado e envolve a área entre as seguintes vias: Avenida Silvio Américo Sasdelli, Avenida Garibaldi, Avenida Tancredo Neves e BR-277. Inicialmente, serão instaladas tecnologias de cidades inteligentes, entre as quais estão semáforos inteligentes, pontos de iluminação pública inteligente, pontos de ônibus, câmeras de reconhecimento facial e câmeras identificação de veículos.

A reunião entre representantes do PTI, ABDI, Prefeitura e as empresas fornecedoras permitiu o esclarecimento de dúvidas, bem como o compartilhamento de informações relevantes para a concretização do projeto. No período da tarde, os participantes foram à Vila A para o reconhecimento dos pontos de implementação das soluções.

Com informações do PTI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *