Paraguai

Conheça o fotógrafo paraguaio que registrou o combate ao incêndio florestal em Areguá (PY).

(Fotos: Agustín Martínez/Gentileza)
“La juventud paraguaya está perdida decían… Sin embargo creo que somos el presente y el futuro y lo demostramos en tiempos difíciles. Existen héroes que no llevan capa! Fuerza a todos los habitantes de Areguá y demás ciudades que están luchando contra el incendio forestal”.
Foi com estas palavras que o fotógrafo, diretor e produtor paraguaio Agustín Martínez, que tem 26 anos, descreveu as 13 fotos que postou no Facebook nesta quinta-feira (1). 

“A juventude paraguaia está perdida, disseram, mas acredito que somos o presente e o futuro e demonstramos isso nos momentos difíceis. Existem heróis que não usam capa! Força a todos os moradores de Areguá e de outras cidades que estão lutando contra o incêndio florestal”, foi o que disse o jovem.

Agustín contou que trabalha com fotografia há cerca de 6 anos e vive em Luque, na região metropolitana de Assunção, capital do Paraguai. Ele disse que estava acompanhando com os pais, pela televisão, as notícias sobre os incêndios do Paraguai.

Quando ele viu a situação em Areguá, onde vários moradores foram retirados das próprias casas devido aos incêndios florestais nas proximidades da cidade, que fica perto de onde ele mora, decidiu pegar a câmera e ir até o local.

Chegando à cidade, ele encontrou muitos voluntários e bombeiros trabalhando. A sensação era de que o fogo estava controlado, até que um jovem começou a gritar e a pedir água. Segundo Agustín, todos perceberam que havia um novo foco de incêndio e, naturalmente, organizaram o combate. 

Todos se juntaram e começaram a ajudar. Homens, mulheres, gente de todas as idades.

“Foi triste o que aconteceu, mas a valentia dos paraguaios que ajudaram os bombeiros, me fez sentir orgulho de ter nascido neste país”, contou.

Agustín falou que começou a fotografar, assim como várias pessoas, e que está feliz com as fotos que compartilhou, mas não esperava tanta repercussão. 

“Não imaginei que fosse ter essa repercussão toda, mas fico feliz e orgulhoso do meu povo”, contou.

O incêndio ocorreu na quinta-feira (1). As 13 fotos tiradas pelo profissional e compartilhadas nas redes sociais percorreram o mundo, mostrando um lado do Paraguai que muitos não conhecem: a união do povo paraguaio e a solidariedade.

“Foi tudo muito emocionante. Um misto de tristeza e orgulho ao ver a destruição e ao mesmo tempo a união dessa juventude que é capaz de qualquer coisa”, contou. 

E é exatamente esse sentimento que o jovem transmite com as imagens que congelou no tempo.

Confira algumas delas:

Para conhecer mais sobre o trabalho do Agustín, dê uma olhada nos perfis dele no Facebook ou no Instagram

Cris Loose

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *