Paraguai

Paraguai: “90% dos incêndios têm fins lucrativos”, diz o capitão dos Bombeiros Voluntários

O capitão Christian Vázquez, encarregado de Relações Públicas do Corpo de Bombeiros Voluntários do Paraguai (CBVP), disse neste sábado que 90% dos incêndios registrados em pastagens têm fins lucrativos. (Foto: IP)

Nos últimos dias, uma onda de incêndios florestais atingiu fortemente o Paraguai. Diante disso, o capitão Christian Vázquez, encarregado de Relações Públicas do Corpo de Bombeiros Voluntários do Paraguai (CBVP), disse que a maior parte dos focos são provocados por pessoas que têm como objetivo o lucro.

“Tenho certeza que as queimadas são causadas em 90% dos casos. Estamos falando de pessoas que querem lucrar e, para isso, estão usando o fogo”, disse o voluntário em entrevista ao programa La Lupa, da Telefuturo.

Há dias o ministro da Secretaria Nacional de Emergências (SEN), Joaquín Roa, também destacou que há indícios de que os incêndios sejam provocados por atividade humana.

O Ministério Público formou uma equipe com vários promotores para investigar a propagação dos focos de incêndios gerados em todo o país e apurar se ocorrem acidentalmente ou intencionalmente.

Bombetón 2020 – Diante do contexto atual e do grande número de incêndios florestais, os Bombeiros Voluntários fazem neste domingo, (4), Dia do Bombeiro, para fazer uma coleta solidária com o objetivo de custear as despesas dos diversos quartéis.

“Nossa tarefa é  combater incêndios e essa arrecadação é muito importante para nós porque com isso conseguimos sobreviver”, disse Vázquez.

O capitão explicou que em todo o país os bombeiros irão sair às ruas para pedir apoio. O objetivo é reunir recursos para atingir os objetivos de cada grupamento.

O voluntário apelou à solidariedade dos cidadãos uma vez que 80% dos bombeiros perderam as botas e as luvas nos últimos atendimentos realizados em todo o país. A coleta solidária chamada Bombetón 2020 começa neste domingo (4) e segue até o próximo dia 11 de outubro.

Com informações do Última Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *