Brasil

Ana Sátila fatura ouro inédito na Copa do Mundo de Canoagem

Ela fez o melhor tempo na canoa individual, um dia após bronze de Pepê. (Foto: Reprodução/Twitter)

O Brasil voltou a subir ao pódio neste domingo (18) na Copa do Mundo de Canoagem, em Tacen (Eslovênia), e desta vez no degrau mais alto. A mineira Ana Sátila venceu com sobra a prova da categoria C1 (canoa individual) e conquistou o ouro.

O bronze ficou com a norte-americana Evy Leibfarth. Ontem (17), o paulista Pedro Gonçalves, mais conhecido como Pepê, já tinha conquistado o bronze no K1.

“Estou muito contente com o resultado, sair daqui com uma medalha de ouro é muito importante pra mim. No sábado eu tinha competido pelo K1 e perdi a última baliza, superei o erro e coloquei forças para buscar esse ouro, as medalhas do Pepe também me inspiraram para conquistar essa hoje”, disse a atleta em depoimento ao site da Confederação Brasileira de Canoagem.

Esta é a primeira competição da equipe brasileira, após paralisação das disputas internacionais, em decorrência da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Com o ouro deste domingo (18), Sátila passou a colecionar cinco medalhas em Copas do Mundo: a atleta já tinha duas pratas no K1 e dois bronzes no C1. A atleta também competiu ontem (17) no K1: foi a mais rápida da prova, mas foi penalizada ao não passar pela penúltima baliza – teve um acréscimo de 50 seg –  e terminou a prova em nono lugar. 

Outros dois brasileiros competiram em Tacen, neste domingo (18). Felipe Borges terminou em 12º lugar no C1 (canoa individual)  e Mathieu Desnos ficou em 17º lugar na prova do K1 (caiaque individual).

Com informações da Agência Brasil 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.