BrasilParaguai

Após a liberação da entrada de pedestres, movimento em Ciudad del Este foi tranquilo

A passarela de pedestres da Ponte da Amizade voltou a ser ocupada por pessoas que circulam entre Ciudad del Este e Foz do Iguaçu na sexta-feira (30). (Foto: Gentileza)

A travessia de pedestres foi habilitada pela Divisão de Migrações, assim como foi liberada a circulação 24 horas por dia na fronteira.

Após a liberação, a entrada de estrangeiros foi moderada mas constante. Para o diretor operacional de Migrações, Fábio Espinoza, o movimento “ainda foi muito pequeno”, mas segundo ele foi apenas o primeiro dia. Com a chegada de turistas brasileiros no feriadão, o comércio de Cidade do Leste acredita que que muita gente irá cruzar a fronteira para fazer compras no Paraguai.

A passagem a pé leva menos tempo e muitos dos que a cruzam preferem esse caminho, evitando assim longas filas. 

Quem pretende viajar para o interior do Paraguai, após o limite de 30 quilômetros permitidos para trânsito livre, a partir da ponte, precisa fazer o processo de imigração e cumprir a quarentena sanitária, esclareceu Fábio Espinoza, da  Divisão de Migrações.

Nos últimos 15 dias, desde que a fronteira foi reaberta, cerca de 50 pessoas foram encaminhadas para a zona primária para realizar os procedimentos de imigração e seguir para o isolamento, como determinam as exigências de saúde, afirmou Espinoza. 

Com informações do La Nación 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.