Paraná

Itaipu mobiliza bairros de Foz em gincana contra a dengue com premiações que somam R$ 165 mil

Três bairros vão receber, cada um, R$ 55 mil. A ideia é estimular, por meio da criatividade e sustentabilidade, uma cultura permanente de educação contra o mosquito. Campanha terá duração de um mês. (Imagem: Itaipu/Divulgação) 

A Itaipu Binacional criou uma armadilha sem volta para derrotar o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, numa grande ação coletiva por meio de um concurso cultural, em Foz do Iguaçu (PR). É a cidade inteira mobilizada contra o mosquito, que não dá trégua e pode matar.

A “Gincana Todos Contra a Dengue” é voltada para associações de moradores e entidades sem fins lucrativos. As inscrições gratuitas vão de 16 a 25 de novembro e devem ser feitas pelo formulário eletrônico disponível AQUI.

A disputa termina em 17 de dezembro. A entrega da premiação e dos certificados será feita em sessão pública, em data e local a serem definidos.

A iniciativa, desenvolvida pela empresa no âmbito do Grupo de Trabalho Itaipu Saúde, tem o apoio de parceiros como municipalidade, Centro de Controle de Zoonoses, Centro de Medicina Tropical (Hospital Ministro Costa Cavalcanti), Corpo de Bombeiros, entre outros.

Os três bairros que atingirem a maior pontuação na gincana receberão prêmios de R$ 55 mil do auxílio eventual da margem esquerda de Itaipu, totalizando os R$ 165 mil de investimento da empresa. O recurso deve ser aplicado em algum projeto, desde que ele beneficie seus moradores nesta temática de combate à dengue. Além da premiação, todos os bairros participantes receberão Certificado de Participação e o selo de “Bairro Amigo da Saúde”.

“A campanha vem num período importante, pois os casos de dengue começam a explodir e temos que tomar todos os cuidados”, alerta o coronel Jorge Aureo, assessor especial do diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

Como funcionará – A gincana estimula iniciativas individuais e coletivas, que podem ser limpeza de casas e vias públicas, envio de vídeos educativos e organização de mutirões de limpeza, entre outras, desde que seja possível comprovar seus resultados por meio de registro audiovisual ou fotográfico.

São cinco categorias que podem render pontuação para o bairro participante: vistoria nas residências do bairro; envolvimento comunitário; ações individuais e coletivas; limpeza de vias públicas; e produção de vídeo.

Como participar – Para participar, a associação ou entidade deve se inscrever no Cadastro de Fornecedores de Itaipu, na modalidade Cadastro Simplificado. Toda inscrição deverá ser acompanhada de Declaração de Cessão de Direitos Autorais e Uso e Veiculação de Imagem, de acordo com os modelos fornecidos pela Comissão Organizadora da Gincana Todos Contra a Dengue.

As vistorias residenciais serão feitas pelas equipes de agentes de endemias do CCZ mediante sorteio prévio. Cada residência que atender aos protocolos habituais adotados pela Vigilância Sanitária receberá um selo verde e renderá 50 pontos para o seu bairro.

As demais ações, incluindo sensibilização, disseminação de informações e orientação à população, coleta de materiais, limpeza de terrenos e vias, limpeza de quintais, extermínio de focos e criadouros do mosquito Aedes Aegypti, assim como mutirões de limpeza e coleta de resíduos, deverão ser comprovadas por fotos ou vídeos para que o bairro receba a pontuação correspondente.

O envio deve ser feito para a comissão organizadora, por meio do WhatsApp da “Linha contra a Dengue”, pelo número (45) 98815 0673.

Tanto as visitas como o recebimento dos registros vão acontecer de 26 de novembro a 10 de dezembro. Uma comissão formada por Itaipu e parceiros acompanhará a execução da gincana e avaliará as ações enviadas e validará a pontuação final.

A avaliação e cômputo da pontuação ocorrerão entre 11 e 18 de dezembro. O resultado final sai no dia 17 de dezembro. Mais informações pelo e-mail gtitaipu@gmail.com 

Com informações da Itaipu Binacional 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.