Paraná

Justiça determina perda dos cargos para dois policiais militares condenados em Foz do Iguaçu por contrabando

Dois policiais militares que já têm condenação pela prática do crime de contrabando tiveram a perda dos cargos determinada pela 2ª Vara da Fazenda Pública de Foz do Iguaçu. (Foto: TJPR) 

A decisão atende pedido do Ministério Público do Paraná em ação civil pública de responsabilidade por ato de improbidade administrativa, ajuizada pelo núcleo de Foz do Iguaçu do Grupo Especializado na Proteção do Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa, o Gepatria.

Flagrante – Segundo a ação, em agosto de 2019, os réus foram flagrados 1,6 mil maços de cigarros e 13.920 caixas de tabaco para narguilé, contrabandeados. Houve o agravante de que o transporte das mercadorias era feito em viatura oficial da PM, no horário de expediente.

Na sentença, o juiz destacou que os atos praticados pelos policiais são danosos a toda a sociedade. Além da perda dos cargos, p juiz determinou a suspensão dos direitos políticos por três anos e o pagamento de multa civil de dez vezes o valor da remuneração recebida por eles na época dos fatos. O valor corresponderia aproximadamente aos valores que os dois pretendiam obter com a prática criminosa.

Com informações do MPPR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *