BrasilParaguai

Prefeitura de cidade paraguaia fecha passagem para o Brasil

Mais de 300 caminhões aguardam para cruzar a fronteira de balsa, pelo Lago de Itaipu. (Fotos: Gentileza) 

Desde a manhã desta terça-feira (15), a passagem entre o Paraguai e o Brasil, em Puerto Indio e Santa Helena (PR), está fechada. Centenas de caminhões aguardam a liberação para cruzar o Lago de Itaipu de balsa.

O prefeito de Mbaracayú, Edir Lermen Ritter, vereadores e a comunidade fecharam a estrada de acesso ao Porto, localizado às margens do Lago Itaipu. O prefeito Edir Lermen cobra obras de asfalto na região.

Para fechar a passagem foi cavada uma vala no acesso e os caminhões não conseguem chegar ao Porto. Lermen disse que “ninguém aguenta mais continuar em uma estrada intransitável enquanto milhões de dólares são arrecadados pelo Estado com a passagem de caminhões pela Alfândega de Puerto Indio”.

O manifestantes disseram ainda que é a população de Mbaracayú que faz a manutenção do acesso. 

61 quilômetros – O acesso tem 61 quilômetros e cerca de 300 caminhões circulam pelo local por dia transportando grãos para o Brasil e levando fertilizantes para o Paraguai. As autoridades municipais estimam uma receita média de 5 milhões de dólares por mês e não entendem porque não há dinheiro para obras de infraestrutura na região. Mbaracayú fica a 131 quilômetros de Ciudad del Este.

Com informações do La Nación

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *