BrasilCovid-19

Justiça determina que turistas deixem a cidade de Búzios em até 72 horas

Município deve voltar para ‘Bandeira Vermelha – Risco 3’ nesta quinta (17). Cidade terá que pagar multa de R$ 100 mil por dia caso descumpra decisão. (Foto: Prefeitura de Búzios/Reprodução/Twitter)

Justiça do Rio de Janeiro determinou, nesta quarta-feira (16), que Búzios, na Região dos Lagos do Rio, volte para a Bandeira Vermelha – Risco 3 de combate à pandemia da Covid-19. Com isso, os turistas hospedados na cidade devem deixar os hotéis, pousadas e imóveis de aluguel para temporada do município em até 72 horas.

bandeira vermelha sinaliza o risco muito elevado de colapso da rede de saúde e a necessidade de isolamento social completo.

Proibição – A decisão, da 2ª Vara de Búzios, vale a partir desta quinta (17), e proíbe ainda que os hotéis ou espaços promovam aluguel para temporada ou aceitem novos hóspedes. A medida atende ao pedido da Defensoria Pública. Cabe recurso.

Além da paralisação do setor turístico, a decisão leva a Prefeitura a retroagir imediatamente com todas as medidas de flexibilização adotadas até então.

Protesto – Representantes dos setores do comércio, hospedagem e do turismo se reuniram na frente do fórum da cidade nesta quinta. Eles são contra o fechamento da cidade e alegam que a medida vai gerar um grande impacto econômico e social.

A Associação Comercial e Empresarial de Búzios disse que vai oficiar, nesta quinta-feira, os representantes do Poder Executivo e do Judiciário solicitando o posicionamento de ambos sobre a atual situação sanitária do município e quais medidas podem ser realizadas para evitar “uma ação tão extrema e que pode acarretar resultados traumáticos à manutenção socioeconômica do município com consequências que se estenderão para além deste ano”.

Com informações do G1 e da Prefeitura de Búzios (RJ) 

Um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *