FronteiraParaguai

Unesco declara patrimônio cultural imaterial da humanidade “Tereré com Pohã Ñana”

A Unesco declarou Patrimônio Cultural Imaterial da humanidade as “Práticas e Saberes Tradicionais dos Tereré na cultura Pohã Ñana, bebida ancestral Guaraní no Paraguai”. (Foto: Divulgação)

“A Secretaria Nacional da Cultura saúda a decisão do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Imaterial da Humanidade da UNESCO, de declarar as “Práticas Tradicionais e Saberes Tereré na Cultura Pohã Ñana,bebida ancestral de guaraní no Paraguai”, como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade (PCI), na votação realizada em Paris, na França”, informou a Secretaria Nacional de Cultura.

O Ministro da Cultura, Rubén Capdevila, disse que o reconhecimento representa um motivo de orgulho para todos os paraguaios, inclusive os que estão no exterior. Indicou que é a primeira manifestação cultural do Paraguai declarada Patrimônio Cultural Imaterial da humanidade, o que que valoriza o costume dos paraguaios.

“Estamos falando de uma prática e de um saber que foram transmitidos de geração em geração desde a época dos Guarani, é que se mantiveram dentro das famílias e na comunidade em todas as faixas etárias. É uma prática estendida por todo o território nacional”, destacou.

O Ministro também disse que o tereré tem essa característica de ser um veículo de socialização, de conversas e de compartilhamento.

“Tem a ver totalmente com o espírito do paraguaio que é sociável e, acima de tudo, hospitaleiro”, afirmou. 

O Tereré, foi escolhido em uma lista de 44 candidatos. A candidatura da prática tradicional no Paraguai foi proposta e aceita para avaliação da Comissão da UNESCO.

Todas as propostas foram avaliadas pelo Órgão composto por representantes dos Estados, especialistas e organizações não governamentais.

Em tempo – O “Tereré na cultura Pohã Ñana” é o tereré com “jujo” que nada mais é que a mistura de ervas e raízes batidas em um pilão e misturadas à água com a qual o chá gelado é servido. 

Com informações da Agência IP 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *