BrasilFronteiraParaguaiParaná

Aos 54 anos, brasileiro que vive desde os 11 no Paraguai, busca família no oeste do Paraná

José, hoje. (Foto: Acervo pessoal) 

Aos 11 anos José Pereira da Rocha Lopes saiu da casa onde morava junto com outros irmãos e com os pais, numa localidade da qual ele pouco se lembra, chamada Alvorada, no extremo oeste do estado.

Agora, 43 anos depois, ele pretende encontrar a família dele. Criado por um casal paraguaio, José vive hoje em Cidade do Leste, na tríplice fronteira. Ele trabalha como autônomo e há alguns anos a vontade de reencontrar os irmãos vem crescendo.

“Lembro que tinha vários irmãos, um deles se chamava Rubens; a família era bem numerosa”, disse.

José recorda que o nome do pai dele era João Pereira da Rocha e a mãe se chamava Vicentina Lopes Pereira da Rocha. Eles viviam na chácara do pai, que cultivava hortelã.

José recorda também de um rio grande próximo à chácara e lembra do nome Alvorada, que ele acredita ser tratar de Alvorada do Iguaçu, antigo distrito de Foz do Iguaçu na época, que começou a desaparecer em 1978 para dar lugar ao reservatório de Itaipu.

Se você tiver alguma informação que possa ajudar José a encontrar a família dele, entre em contato pelo número 00xx595 983 622617. É um número do Paraguai que também responde por WhatsApp

Cris Loose

3 comentários
  1. Rosângela

    Sou Rosângela a irmã caçula.
    Apenas agradeceros e que Deus os abençoe por todo o apoio para chegue esse momento, que nossa familia esteja quase reunida otra vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *