Paraná

POD luta por pautas prioritárias para o desenvolvimento do Oeste do Paraná

O empresário Danilo Vendruscolo faz um balanço do trabalho à frente do Programa Oeste em Desenvolvimento. (Fotos: Divulgação)

O Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) está consolidado como um dos principais mediadores das pautas da região. A partir dessa afirmação, o presidente da entidade, Danilo Vendruscolo, apresentou um balanço do trabalho e dos resultados da gestão dele, que terminará neste mês de dezembro.

O empresário iguaçuense foi eleito para presidir o POD por dois mandatos, em 2017-2018 e no biênio 2019-2020. Ele divide a atual direção com os diretores-executivos da Frimesa, Elias Zydek, de Medianeira, e Rainer Zielasko, da Fiasul, de Toledo, que acaba de ser eleito o novo presidente da entidade e assumirá a partir do próximo dia 1º de janeiro.

Vendruscolo explicou que o POD redefiniu seu planejamento e forma de atuar, enfatizando as pautas prioritárias que abrangem políticas públicas e projetos estruturantes. Também chegou à sustentabilidade, mantendo-se exclusivamente com recursos dos associados e alcançando a independência financeira em relação a entes governamentais.

“Nosso colegiado é composto por mais de 60 organizações da sociedade civil, poder público, cooperativas, empresas e universidades. O que fizemos, a partir da proposta da diretoria aprovada pelo Conselho de Administração, foi direcionar nossas energias aos assuntos macro, que produzem grandes transformações”, disse Vendruscolo.

Área livre de aftosa e compra local – Para exemplificar os resultados, Danilo citou a contribuição do POD, por meio de uma forte articulação com a sociedade civil, para o estado obter o reconhecimento de área livre de febre aftosa sem vacinação. Essa chancela, uma vitória para os produtores rurais do Paraná, foi emitida neste ano pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 

Infraestrutura e logística – Em seu balanço, Danilo destacou a atuação do programa em prol das grandes obras na região, como o pleito do Aeroporto Regional do Oeste, no perímetro entre Cascavel, Toledo e Tupãssi, e a mobilização em torno do compromisso histórico do POD pela ampliação e diversificação dos modais de transporte.

Um dos objetivos do POD é viabilizar todos os modais de transporte a baixo custo para o suprimento e o escoamento da produção. “Assim, teremos novos investimentos na região, com geração de novos empregos, inserção social e segurança nas estradas”, defende Danilo.

Pedágio – Na ordem do dia do Programa Oeste em Desenvolvimento está a bandeira pela redução, em pelo menos 50%, da atual tarifa do pedágio, na concessão das rodovias do Paraná em 2021. A reivindicação inclui garantia de obras de ampliação e melhoria nas estradas já nos primeiros anos do próximo contrato com as concessionárias.

Entre as outras conquistas do Programa estão o espaço de articulação política e institucional das pautas da região no Show Rural Coopavel, a representação no Conselho de Desenvolvimento Empresarial e de Infraestrutura do Paraná, presidido pelo governador do Paraná; o apoio à constituição de conselhos de sanidade agropecuária nos municípios; a constituição formal da entidade, resultando em personalidade jurídica com estatuto social, CNPJ e orçamento próprio;  a realização de edições anuais do Fórum de Desenvolvimento Econômico do Território e a formação de mais de 1,7 mil profissionais da educação em novas metodologias educacionais de ensino e Circuito de Experiências na Educação.

Com informações da Assessoria 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *