BrasilCovid-19

Anvisa quer mais dados para autorizar uso de vacina produzida na Índia

Pedido foi feito em reunião com representantes da Fiocruz. (Foto: Pixabay)

Em nova reunião com representantes da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reforçou nesta segunda-feira (4) o pedido de mais informações para liberar a autorização emergencial do uso das doses da vacina contra a Covid-19 que serão importadas do Instituto que produz o imunizante da Oxford na Índia. Lá, o uso emergencial já foi aprovado.

No dia 31 de dezembro de 2020, a Anvisa autorizou a importação, em caráter excepcional, de dois milhões de doses da vacina britânica da Oxford, produzida em parceria com a Fiocruz no Brasil.

Em nota, a agência reguladora informou que fez, na manhã desta segunda-feira, uma reunião para tratar da submissão do protocolo do uso emergencial das doses da vacina.

Na reunião, representantes da Fiocruz apresentaram os dados que a fundação já tem em mãos. Na ocasião, a agência reguladora listou informações, ainda aguardadas pela Fiocruz, que são necessárias para que esta possa pedir autorização para uso emergencial da vacina no Brasil.

A Anvisa que saber se o produto do fabricante indiano é semelhante ao fabricado no Reino Unido, que teve os dados clínicos aprovados, e se o método de produção e os materiais utilizados são os mesmos.

Com informações da Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *