Paraná

Porcos-do-mato mantidos em cativeiro ilegal são resgatados em São Miguel do Iguaçu

Nesta terça-feira (12), a Polícia Ambiental do Paraná apreendeu dois animais silvestres que eram mantidos em cativeiro numa propriedade na Linha Marfim, em São Miguel do Iguaçu-PR. (Foto: Polícia Ambiental)

A equipe policial chegou no local depois de receber uma denúncia anônima. Ao vistoriar um chiqueiro foram encontrados em cativeiro dois porcos nativos (pecari tajacu), também conhecidos como cateto. O animal está classificado como vulnerável na lista de espécies ameaçadas de extinção, conforme decreto 7264/2010 do Estado do Paraná.

Esses animais desempenham um papel fundamental na dispersão de sementes, na fertilização do solo e na renovação da floresta.

Os policiais ambientais fizeram a soltura dos animais silvestres no Parque Nacional do Iguaçu.

Além dos animais silvestres, também foram apreendidos duas espingardas (calibre .22 e .36), 103 munições calibre .22 e vários materiais de recarga, sendo dois potes de chumbo, cinco tubos de chumbo de tamanhos diversos, cinco tubos de pólvora, 103 espoletas, 20 cartuchos vazios calibre .36, e dois cartuchos recarregados calibre .36.

Os materiais apreendidos e o infrator foram encaminhados para a Delegacia de São Miguel do Iguaçu, e a multa ambiental será de R$ 10.000,00.

A Polícia Ambiental reforça a importância do apoio no combate aos crimes ambientais. As denúncias podem ser feitas pelo 181.

Com informações da Polícia Ambiental

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *