BrasilCovid-19

Governo do Rio cria carnaval fora de época

Previsão é que ocorra nos dias 11 e 12 de julho. (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, sancionou lei que cria um carnaval fora de época no estado, no mês de julho. A data exata do evento ainda não foi definida, e a assessoria de imprensa do governo esclareceu que a lei sancionada possibilita a realização do evento, mas que irá seguir as recomendações das autoridades sanitárias. 

O adiamento do carnaval já havia sido anunciado pela Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) e por grupos que representam blocos de carnaval tradicionais da cidade.

Apesar da mudança forçada devido à pandemia de covid-19, o carnaval em julho deve se tornar anual, segundo o texto sancionado por Claudio Castro. O objetivo da medida é estimular o turismo, o lazer e a economia. 

O evento foi batizado de CarnaRio e, segundo a lei, a organização deve ser discutida entre a Secretaria de Estado de Cultura, as ligas de Escolas de Samba, agremiações e blocos carnavalescos. 

Com enredos definidos, as escolas de samba do grupo especial já sortearam a ordem dos desfiles, que estão previstos para ocorrer nos dias 11 (domingo) e 12 (segunda) de julho. O presidente da Liesa, Jorge Castanheira, reiterou, no entanto, que a vacinação da população contra a Covid-19 será fundamental para a realização do evento.

Bahia – Na Bahia, o carnaval de Salvador também está oficialmente suspenso pela prefeitura da capital por causa da pandemia. A medida foi anunciada ainda em novembro, pelo agora ex-prefeito ACM Neto. 

Um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados estabelece novo feriado nacional nos dias 5 e 6 de julho, quando seria comemorado o carnaval. 

Pernambuco – Em Pernambuco, a decisão de cancelar a folia foi tomada pelo próprio governo do estado. A medida, anunciada no dia 17 de dezembro, também em entrevista coletiva, vale para todo o estado, que abriga um dos carnavais mais tradicionais do país, principalmente na capital Recife e nas ladeiras da histórica cidade de Olinda

Com informações da Agência Brasil 

Um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *