Covid-19Foz do Iguaçu

Foz já tem mais de 2.075 pessoas vacinadas contra o coronavírus

A imunização nesta primeira fase é destinada, principalmente, aos profissionais da linha de frente no enfrentamento à doença. (Foto: PMFI)

A Secretaria da Saúde de Foz do Iguaçu vacinou, nesta segunda e terça-feira (25 e 26), 879 pessoas contra o coronavírus. Nesta primeira fase, as equipes de saúde vacinam os grupos prioritários, principalmente os profissionais da linha de frente no enfrentamento da Covid-19.

Até ontem foram vacinadas no total 2.075 pessoas, entre trabalhadores dos hospitais Municipal Padre Germano Lauck, Ministro Costa Cavalcanti, Unimed, UPAs, Unidade de Saúde Padre Ítalo, Siate e Samu; todos os idosos residentes em instituições de longa permanência; além de pessoas acima de 18 anos com deficiências graves que moram nas residências inclusivas.

As vacinas – O município recebeu, até agora, 5.653 doses de vacina – 3.193 da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac; e 2.460 da AstraZeneca com a Oxford-Fiocruz.

A secretária municipal de Saúde, Rosa Jeronymo, reiterou que a campanha  municipal de imunização está cumprindo rigorosamente todas as determinações do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde.

Prioritários – As listas dos profissionais que atuam na linha de frente foram enviadas pelos hospitais, mediante assinatura de termo de compromisso em relação à fidedignidade das informações.

Com a chegada das doses da AstraZeneca, no domingo (24), a imunização foi ampliada para outros trabalhadores da saúde, conforme ordenamento definido no plano estadual de vacinação.

São vacinadas, por exemplo, equipes que atuam no setor de obstetrícia dos hospitais, que atendem gestantes infectadas pelo coronavírus, as equipes de laboratórios onde são realizados exames para detecção da Covid-19 e de clínicas de hemodiálise.

Transparência – Rosa Jeronymo ressaltou que todo o processo de imunização está sendo feito de forma transparente e afirmou que estava encaminhando ao Ministério Público do Paraná, ao Ministério Público Federal, para a Câmara de Vereadores e ao Conselho Municipal de Saúde, um ofício com a lista das pessoas que já foram vacinadas.

“Não queremos, de forma alguma, que haja desvios de vacina. Fazemos questão de manter todo esse processo transparente”, disse.

Com informações da PMFI

Um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *