Foz do Iguaçu

Jovem de 22 anos é a terceira vítima da dengue em Foz do Iguaçu

Jovem de 22 anos estava internada há dezessete dias no Hospital Municipal, com dengue grave. (Foto: AEN) 

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirmou, nesta segunda-feira (29), a terceira morte por dengue no ano epidemiológico, iniciado em agosto de 2020.

A vítima é uma jovem de 22 anos, que estava internada no Hospital Municipal Padre Germano Lauck com dengue grave, também conhecida como dengue do grupo D. Ela não possuía comorbidades.

O óbito ocorreu na noite deste domingo (28).

O primeiro óbito por dengue neste novo ano epidemiológico ocorreu no dia 30 de setembro de 2020 e o segundo no dia 13 de novembro do ano passado. As vítimas eram homens, de 74 anos e 87 anos, respectivamente.

Boletim – Foz do Iguaçu registra até o momento 251 casos confirmados da doença e 7.656 notificações. Os dados são do último boletim epidemiológico, divulgado na semana passada. Em todo o Estado, são 5.293 casos da doença e 42.076 notificações. O Paraná contabiliza 9 óbitos por dengue.

Perfil – Em Foz do Iguaçu, as mulheres são as mais infectadas, com 53% dos casos. Jovens de 15 a 29 anos estão sendo os mais atingidos (29%), seguido dos adultos jovens, de 30 a 44 anos (27%).

Adultos de 45 a 59 anos representam 15%; idosos com mais de 60 anos representam 12%, bem como crianças e adolescentes de 01 a 14 anos (12%). Crianças menores de 1 ano somam 5% dos casos.

Regiões – Os distritos Leste e Norte concentram a maior quantidade de focos do mosquito da dengue, com 29% dos casos; seguidos dos distritos Oeste e Sul, com 17% e Nordeste, com 6%. O novo boletim epidemiológico da dengue será publicado nesta terça-feira, 30.

Com informações da PMFI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *