Foz do IguaçuFronteira

Startup do PTI desenvolve soluções que ajudam estabelecimentos do ramo food service a melhorarem a experiência dos clientes

A empresa é uma das mais novas incubadas no ecossistema de inovação do Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), em Foz do Iguaçu. (Foto: Kiko Sierich/PTI)

Os amigos, todos da área de tecnologia e que saiam juntos, sempre tinham dificuldades na hora de pedir um item, chamar o garçom, fechar e pagar a conta. Pensando em melhorar esse processo, um pouco antes da pandemia eles desenvolveram uma plataforma de garçom digital que já contemplava o cardápio e toda experiência de consumo, como pedido e pagamento da conta.
O primeiro teste foi feito, e a experiência agradou a todos.

E foi com a proposta de ajudar estabelecimentos de food service como restaurantes, bares, pizzarias, cafés, praças de alimentação, vilas gastronômicas, a se transformarem digitalmente e a melhorar a experiência de consumo de seus clientes, que a Startup FastGet foi desenvolvida.

“É uma solução completa de autoatendimento para estabelecimentos do ramo de alimentação”, explica o Diretor Comercial da FastGet, Leandro Pirolo Valério.

A solução funciona da seguinte forma: com a plataforma 100% online da FastGet, o estabelecimento cadastra o cardápio digital com categorias, fotos, descrição, complementos e parametriza as formas de vendas, seja presencialmente, delivery, take-away, drive-in ou drive-thru.

Segundo Leandro, ainda é possível disponibilizar aos clientes o acesso à plataforma por meio de QrCode, toten ou por link curto nas redes sociais. E, então, é só começar a receber os pedidos.

“Entre as funcionalidades também estão o pagamento online, reserva de mesas, interação via whatsapp, além de toda gestão de pedidos. O dinamismo do cardápio digital, permite alterar preços e disponibilidade de itens em tempo real, fazer promoções, diferenciar cardápios de salão e delivery. É uma solução construída em conjunto com os donos de estabelecimentos para atender as necessidades deles”, afirma.

Benefícios – Os benefícios da ferramenta são inúmeros. Vão desde a redução de custos com funcionários, impressão e reimpressão de cardápio, diminuição de filas à redução de erros e retrabalhos.

“A solução traz agilidade e presença digital, além de um cardápio moderno e sempre atualizado. O gestor do estabelecimento pode fazer promoções, vendas sugestivas, aumentar ou diminuir preços”, revela o Diretor Comercial.

A FastGet também está colaborando com empreendedores de todo o Brasil a enfrentarem os impactos causados pela Covid-19, contribuindo com o distanciamento social. Conforme explica Leandro, a empresa já foi reconhecida pelo ToolBox Sebrae, Vale do Pinhão, Academia Assaí Atacadista, por disponibilizar no ano de 2020 a plataforma completa gratuitamente ao setor de bares e restaurantes.

“Neste novo cenário, em 2021, a FastGet alterou sua forma de monetização e não cobra porcentagem por pedido. Dessa forma estamos ajudando os estabelecimentos a atenderem seus clientes, onde eles estiverem, contribuindo com o distanciamento social, sem exploração e taxas abusivas”, afirma.

Ecossistema de inovaçãoSobre a experiência de integrar o ecossistema de inovação do PTI-BR, Leandro comenta que o suporte oferecido pelo Parque Tecnológico também está agregando valor à plataforma. “Uma startup nasce, geralmente, “planefazendo” e chega um determinado momento em que precisa olhar para áreas como gestão, finanças, marketing e produção. Essa parceria com o PTI traz essa metodologia e expertise, por meio de qualificação, mentoria, consultoria e ferramentas. Agradecemos e parabenizamos toda a equipe, são profissionais fantásticos, trabalhando com metodologia, prazos e entregas”, reconhece.

De acordo com o Gerente de Empreendedorismo, Inovação Aberta e Incubação de Negócios do PTI, Regean Gomes, desenvolver uma startup no Parque Tecnológico é um diferencial para o crescimento e consolidação dos projetos.

“Nosso objetivo, enquanto Santos Dumont, é de contribuir para que as soluções possam amadurecer, oferecendo expertise, mentorias e suporte, além de um ambiente de oportunidades de contato com o meio empresarial. Acreditamos e apostamos no potencial inovador dos empreendedores”, afirma.

Quanto às expectativas para o futuro, um dos objetivos da empresa é de se consolidar como uma colaboradora do ramo de alimentação. “Sabemos que essa transformação foi acelerada devido à pandemia e o maior desafio da FastGet é ser reconhecida como uma empresa parceira dos donos de bares e restaurantes, colaborando com esta transformação, evitando que mais estabelecimentos do setor fechem as portas e que possam se reposicionar e prosperar neste novo momento de tantas incertezas”, finaliza o Diretor Comercial da FastGet Leandro.

Com informações do PTI 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *